quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Vitória de Setubal 0 vs 3 FC Porto - No Topo onde é o nosso lugar

A primeira parte do jogo foi interessante, com oportunidades para ambas as partes sendo que estivemos algo mal a nivel do meio campo e defesa perdendo muitas bolas para o Vitória de Setúbal que levou a que tivessemos alguns períodos de perigo para a nossa baliza mas que foram resolvidos por Helton! 

Do nosso lado chegamos cedo ao golo por grande penalidade convertida por Jackson Martinez após falta na grande área sobre Silvestre Varela! Perdemos muitos passes durante a primeira parte o que não nos permitiu uma corrente de jogo ofensiva de forma a termos mais oportunidades para golo a não ser por Otamendi após pontapé de canto, Kelvin e ainda uma grande oportunidade de João Moutinho já dentro da área para uma grande defesa do guarda-redes sadino! Vantagem justa pelo que foi o jogo.


A segunda parte entramos a dominar a partida, na mesma sem oportunidades mas com o domínio do jogo pela nossa equipa. Hélton ia comprometendo após um atraso fintando 3 jogadores e evitando assim que sofressemos um golo. O jogo continuo sempre no nosso domínio mas mal jogado, mutas falhas da nossa equipa, ligamos o complicador e isso não ajuda nada. Bruno Gallo foi expulso com duplo amarelo aos 78 minutos mas já poderia ter sido expulso antes numa falta dura sobre João Moutinho. Depois nova expulsão no Setúbal que poderia não ter sido dado o segundo cartão amarelo.
A partir daí conseguimos marcar mais dois golos naturalmente, Jackson após boa jogada e Lucho González a fazer o último tento!

Tivemos a entrada de Maicon  ao intervalo no seu regresso após lesão e cumpriu bem no trabalho que teve e Sebá voltou a ter uma oportunidade na equipa A mas que não teve nenhuma situação que se possa destacar! Castro foi a terceira opção na equipa de Vitor Pereira.

Notas de destaque para Jackson Martínez grande jogo tendo sido coroado com 2 golos, Mangala a jogar bem na primeira parte a central e na segunda na lateral esquerda cumprindo muito bem e fazendo uma assistência. João Moutinho também bem com uma assistência!

Notas finais: Jogo que devido às condições ambientais tornou-se também dificil mas que poderiamos ter feito melhor, jogar com mais objetividade mas o que interessa é que vencemos, estamos no Topo da Liga, o lugar que é nosso e pelo qual sempre lutamos e tendo em conta as limitações da equipa neste momento foi o melhor que poderiamos ter feito.

Resumo do jogo


2 comentários:

Rui Anjos (Dragaopentacampeao) disse...

Supremacia absoluta do FC Porto, que só poderia terminar com uma vitória, ainda que sem muito brilho. Num terreno pesado, com muito vento e uma equipa adversária devidamente instruída para massacrar fisicamente os jogadores portistas, na maior parte das vezes infringindo as leis do jogo, seria quase impossível ganhar com nota artística. Gostava de ver o mesmo tipo de comportamento do Setúbal frente à equipa do regime. Se desta vez acabaram com 9, a jogar da mesma forma contra o Carnide, o jogo terminava ao intervalo... É que nos cavalinhos de luxo não se pode tocar...

Destaques para Mangala, em grande forma física, técnica e anímica e para Jackson Martinez, a confirmação de classe, frieza e sentido pelo golo.

Um abraço

dragao vila pouca disse...

Vitória e F.C.Porto defrontaram-se ontem no Bonfim, jogo em atraso, relativo à 12ª jornada do campeonato, Liga Zon Sagres. Num relvado pesado, escorregadio, mas a permitir jogar sem problemas, o bi-campeão, que fez uma única alteração em relação à equipa que venceu o Paços de Ferreira, Kelvin entrou para a frente e Defour recuou para o lugar do castigado Fernando, venceu justamente, por números exagerados, que não demonstram as dificuldades portistas e alcançou o Benfica no 1º lugar da classificação.

Abraço